arquivo

hinduismo

Se eu pudesse deixar algum presente a vocês,
deixaria acesso ao sentimento de amar a vida dos seres humanos.

A consciência de aprender tudo o que já foi ensinado pelo tempo afora.

Lembraria os erros que foram cometidos para que não mais se repetissem.

A capacidade de escolher novos rumos.
Deixaria a vocês, se pudesse, o respeito àquilo que é indispensável:
além do pão, o trabalho,
além do trabalho, a ação.
E quando tudo o mais faltasse, um segredo:
o de buscar em si mesmo a resposta e a força
para encontrar a saída.
Mahatma Gandhi

Imagem

“A atmosfera à sua volta pode te influenciar e você pode influenciar a atmosfera. Quando a atmosfera está ruim, ela te influencia ou você permanece bem e é quem influencia a atmosfera? Diante do que quer que aconteça, permaneça leve e despreocupado. E seja você a fazer as coisas ficarem melhores quando elas estão ruins e não aquele que fica ruim junto.”

Brahma Kumaris

Imagem

“Tenha uma natureza fácil. Quando você se torna raivoso e olha de forma severa pra alguém, esta pessoa recebe esta vibração e isto causa grande prejuízo a ela. Tente eliminar o menor traço de raiva ou arrogância que exista em você. Isto acaba se tornando um grande obstáculo porque quando você age assim você pressente, no fundo, que está errado e isto provoca dúvidas internas. Interaja positivamente com todos e torne-se leve.”

Brahma Kumaris

Imagem

Quando alguém reconhece que é um filho de Deus, ele percebe que tem um direito à propriedade de Deus: todas as qualidades e poderes. Quando um príncipe tem a consciência de ser filho de um rei, ele sabe que tem direito a tudo que é do rei. Da mesma forma, quando temos a consciência ser um filho de Deus, temos o direito a todas as virtudes, qualidades e poderes que Deus tem.”

Dadi Gulzar

A ideia da paz pode ser tão mística quanto desejamos que seja. Num certo nível, paz é simplesmente a remoção da agressão e da ameaça, tanto dentro quanto fora de mim. Numa abordagem mais profunda, ela é uma declaração total do coração, uma aceitação da diferença dos outros, a quietude de todo protesto interior –nossa própria bênção modesta para um mundo imperfeito. ”

Brahma Kumaris